domingo, 14 de dezembro de 2008

Adivinha O Quanto Gosto De Ti


Adivinha O Quanto Gosto De Ti

Já pensei dar-te uma flor, com um bilhete,
mas nem seio que escrever,
sinto as pernas a tremer quando sorrispra mim,
quando deixo de te ver...
Vem jogar comigo um jogo,
eu por ti e tu por mim.
Fecha os olhos e adivinha,
quanto é que eu gosto deti.
Gosto de ti desde aqui até à lua,
Gosto de ti, desde a Lua até aqui.
Gosto de ti, simplesmente porque gosto,
e é tão bomviver assim...
Ando a ver se me decido,
como te vou dizer,
como tehei-de te contar,
até já fiz um avião com um papel azul,
mas voou da minha mão...
Vem jogar comigo um jogo,
eu por ti e tu por mim.
Fecha os olhos e adivinha,
quanto é que eu gosto de ti.
Gosto de ti desde aqui até à lua,
Gosto de ti, desde a Lua até aqui.
Gosto de ti, simplesmente porque gosto,
e é tão bomviver assim...
Quantas vezes parei à tua porta,
quantas vezes nemolhaste para mi,
quantas vezes eu pedi queadivinhasses,
o quanto eu gosto de ti.
Gosto de ti desde aqui até à lua,
Gosto de ti, desde a Lua até aqui.
Gosto de ti, simplesmente porque gosto,
e é tão bomviver assim...
André Sardet

2 comentários:

Ricardo Freitas disse...

Muito Giro este texto...
***Beijo***

Espaço do João disse...

Pois,pois! Minha querida amiga.
Perdão por entrar em sua casa sem a devida autorização. Como fui visitar o Baby,(Edu...) reparei no seu comentário. O Sr. Jardim Gonçalves é tio carnal do vosso Prsidente do Governo Regional. Tenho muita pena dele e do flho, pessoas tão boas e agora sem terem uma côdea de pão para pssar o Natal, é triste... Quando o pai saca do BCP 15 milhões de € para dar ao filho para pagar as estroinisses ,realmente é de ter muita pena desses crápulas. Receba mais uma vêz as minhas desculpa. Tenha um Bom Natal com as migalhas que estes ladrões nos vão deixando.

PS. Sempre que queira vá até ao meu espaço pois sou um Madeirense errante que há mais de cinquenta anos percorre este planeta e, como fortuna tem a casa feita com sangue suor e lágrimas.